(Créditos: Agência Senado e arquivo assessoria)



















O senador José Maranhão (PMDB/ PB) encerrou nesta quinta-feira (09), seu comando à frente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania no Senado.

Conforme o regimento interno, que não permite a recondução do mesmo nome após dois anos no cargo, e seguindo a indicação das lideranças partidárias, Edson Lobão (PMDB/MA) passa a ser o novo presidente da CCJ, e o senador Antônio Anastasia (PSDB/MG) o vice-presidente.

Depois de dois anos na presidência daquela que é considerada a mais importante Comissão do Senado, José Maranhão lembrou o intenso trabalho que exerceu tendo como vice-presidente o colega José Pimentel (PT/CE). “Foram 88 reuniões, 12 audiências públicas, 45 sabatinas de autoridades, entre elas, o ministro do STF, Edson Fachin e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot”, disse Maranhão ao destacar ainda que, no biênio 2015/2016, foram votadas 642 matérias, como propostas de emenda à Constituição e projetos de lei da Câmara e do Senado.

Entre elogios e o reconhecimento dos colegas membros da CCJ, José Maranhão ressaltou a importância do empenho dos parlamentares para fazer avançar as mudanças legislativas de que o Brasil necessita. “Continuarei a me dedicar como sempre aos anseios da sociedade brasileira, em especial, do povo paraibano”, afirmou José Maranhão, ao final da reunião extraordinária da CCJ.

Também na sessão desta quinta-feira no plenário José Maranhão recebeu o agradecimento do novo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB/CE) e do primeiro vice-presidente, Cássio Cunha Lima (PSDB/PB).

O presidente Eunício Oliveira descreveu a atuação de José Maranhão na CCJ como brilhante: “Por onde V. Exª Senador Maranhão passou nesse tempo, que já não é curto, de vida pública, na sua querida Paraíba como Governador, como Senador, em todas as posições, nas questões partidárias, V. Exª sempre foi um homem dedicado ao povo do seu Estado e ao trabalho eficiente, correto, honesto e transparente. Eu que fui presidente daquela Comissão sei quantas dificuldades devem ter passado pelas suas mãos, mas V. Exª, com equilíbrio – o equilíbrio que lhe é peculiar –, entrega hoje a Comissão de Constituição e Justiça na condição de receber o aplauso de todos nós que fizemos aquela Comissão, de todos nós que compomos o Senado Federal, obviamente, dignificando o mandato que o povo da Paraíba sempre lhe dedicou com carinho e com muita atenção, em retribuição a tudo isso que V. Exª tem sido para a Paraíba, para esta Casa e para o Brasil”.

Para o primeiro vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima, também paraibano, Maranhão fez um trabalho extraordinário na CCJ: “Senador José Maranhão, receba as minhas felicitações pelo trabalho realizado como Presidente da CCJ, falando não apenas em meu nome pessoal, mas, tenho certeza, em nome do povo paraibano, que muito se orgulha da sua atuação e que muito se orgulhou do seu trabalho como presidente da CCJ”.

José Maranhão agradeceu o que chamou de gentileza e generosidade dos companheiros. “Hoje presidi a última reunião, já em tempo de prorrogação, da Comissão de Constituição e Justiça, porque o mandato já havia se encerrado. A pedido da Liderança, nós presidimos, fizemos a eleição. Foi eleito o senador Lobão como presidente e, como vice-presidente, o senador Antonio Anastasia, dois craques, dois senadores altamente experientes. Tenho certeza de que eles vão ter um desempenho à altura da expectativa de todo o Congresso Nacional, especialmente do Senado da República, declarou Maranhão.







Assessoria de Imprensa
Axact

TERRA NOVA FM 88.7 - UM NOVO PROJETO EM RÁDIO

Um Orgão da Fundação Educativa e Cultural Manoel Joaquim dos Santos(FUNDEC), Fundada em 22 de Dezembro de 2014,tem como objetivo principal informar e propiciar ao ouvinte a melhor informação junto a uma educação de qualidade.

Postar um comentário:

0 comentários: