A Associação das Mulheres, Mães e Pensionistas dos Policiais e Bombeiros Militares da Paraíba (Assemp) irá realizar uma nova Assembleia na próxima semana para definir o bloqueio aos Batalhões e impedir a saída de viatura na Paraíba, em protesto semelhante ao que ocorre no estado do Espírito Santo.
“Na assembleia da próxima semana vamos deliberar as próximas etapas desse protesto. Queremos parcerias e tentaremos agendar uma audiência com Câmara dos Vereadores de Campina Grande para que eles entendam nossa realidade. Compreendemos o medo que a sociedade tem de fecharmos as portas dos batalhões, mas da forma que está não dá mais. Se o governador não nos ouvirmos teremos que fazer isso. Um policial sendo valorizado cuida mais da população. O déficit é grande, nossos maridos se cansam também, tem que tirar extra pra sobreviver. O sistema tem escravizado nossos maridos e filhos, eles não tem mais nem tempo para família. O caso é serio”, ressaltou a presidente da Assemp, Zoraide Gouveia.
A decisão foi tomada hoje durante encontro no Clube dos Oficiais da Polícia Militar, em Campina Grande. Na ocasião, o policiais discutiram melhoria salarial, condições de trabalho e promoção funcional. Conforme estudo publicado pela Associação Nacional das Entidades Representativas dos Militares Brasileiros (Anermb), os policiais militares da Paraíba recebem o menor salário do Brasil.

MaisPB
Axact

TERRA NOVA FM 88.7 - UM NOVO PROJETO EM RÁDIO

Um Orgão da Fundação Educativa e Cultural Manoel Joaquim dos Santos(FUNDEC), Fundada em 22 de Dezembro de 2014,tem como objetivo principal informar e propiciar ao ouvinte a melhor informação junto a uma educação de qualidade.

Postar um comentário:

0 comentários: