Imagem reprodução vídeo WhatsApp
Procurado após ter um vídeo íntimo divulgado na internet, Alexandre Borges decidiu romper o silêncio e falar sobre o assunto com exclusividade ao EXTRA. Ele foi filmado, sem saber, na companhia de uma mulher e outras duas pessoas, que seriam transexuais, num apartamento. O ator nega que tenha havido sexo e consumo de cocaína como foi sugerido nas redes sociais. E pretende manter a questão longe de ações judiciais. “Sei que este é um assunto pessoal. Não estou aqui me desculpando de nada. Não pretendo tomar nenhuma atitude jurídica”, avisa.

Alexandre conta o que aconteceu na noite em que foi filmado. “Devido ao vídeo feito sem meu conhecimento e divulgado na internet indevidamente, me vejo forçado a esclarecer alguns pontos que, a meu ver, foram distorcidos e ampliados. Foi um encontro casual com três pessoas depois de uma festa”. O ator diz que nada aconteceu. “Não existiu nenhum tipo de relação sexual, orgia e consumo de cocaína com as pessoas envolvidas”, garante.

O ator também se manifesta sobre a própria sexualidade. “Não tenho nenhum preconceito com gênero ou opção sexual de cada um. Mas minhas opções são claras para mim”, observa ele, que preferiu não estender o encontro: “Quando percebi que não queria mais continuar, encerrei”.

No vídeo, além de Alexandre, uma segunda pessoa é focalizada. “Devo dizer que a pessoa que aparece no vídeo comigo pediu para apagar a gravação para não ser exposta”, conta. O ator pensou em não se pronunciar sobre o vazamento, já que se trata de um assunto pessoal, mas mudou de opinião e achou melhor tornar pública a questão. “Sinceramente, quero o bem de todos os envolvidos. Apenas quero esclarecer os fatos para as pessoas que gostam de mim”, justifica ele, que recebeu o apoio de amigos e familiares.

 
G1
Axact

TERRA NOVA FM 88.7 - UM NOVO PROJETO EM RÁDIO

Um Orgão da Fundação Educativa e Cultural Manoel Joaquim dos Santos(FUNDEC), Fundada em 22 de Dezembro de 2014,tem como objetivo principal informar e propiciar ao ouvinte a melhor informação junto a uma educação de qualidade.

Postar um comentário:

0 comentários: