© Foto: Diego Ribas Cormier e Anderson Silva mostraram muito respeito na encarada

A pesagem oficial para o UFC 200 aconteceu na tarde desta sexta-feira (8), mas os atletas voltaram a subir na balança no começo da noite para exibição ao público que lotou a T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA). Também foi o momento dos atletas ficarem frente a frente pela última vez antes de subir no octógono.

Mas muitos daqueles que lotaram o local do evento estavam lá para assistir Anderson Silva e Daniel Cormier ficarem frente a frente pela primeira vez. E esse encontro foi bem amistoso. Spider entrou no palco da pesagem feliz da vida. Pulando, o brasileiro brincou com a plateia e foi ovacionado.

“Acredito que é uma espécie de desafio pessoal. Já passei por vários momentos dentro do UFC. Esse é um momento da minha vida que preciso aproveitar ao máximo. Não desrespeitando o campeão e achando que posso vencer ou perder, mas estou aqui para desafiar a mim mesmo”, disse Anderson ao microfone do Ultimate.

Mais sério, Cormier veio logo em seguida e aproveitou o momento para agradecer Spider por ter aceitado a luta apenas com apenas dois dias para se preparar depois que Jon Jones foi excluído do card por ser flagrado no doping.

“Tem sido uma montanha russa para mim esses dias. Mas vou lutar com o melhor de todos os tempos e estou muito feliz por isso. Agradeço a ele por aceitar essa luta”, afirmou DC depois da encarada respeitosa entre os dois.

Encaradas respeitosas

No novo método de programação do Ultimate, a ‘pesagem fake’ mais vale para os lutadores realizarem a última encarada antes de entrarem no octógono para se enfrentarem. E foi isso que os 24 atletas do evento fizeram.

José Aldo e Frankie Edgar, que lutarão pelo título interino dos penas (66 kg), fixaram olhares sérios um no outro, mas mantiveram o total respeito. A encarada que teve mais tensão foi a da luta principal da noite. Miesha Tate, campeã peso-galo (61 kg), e Amanda Nunes tiveram que ser contidas por Dana White, presidente do UFC.

Como já havia sido divulgado antes, o único atleta a não bater o peso foi Johny Hendricks, ex-campeão dos meio-médios (77 kg). O americano ficou cerca de 100 g acima do limite e perdeu 20% da sua bolsa para seu adversário, Kelvin Gastelum.


Diego Ribas, Las Vegas
Axact

TERRA NOVA FM 88.7 - UM NOVO PROJETO EM RÁDIO

Um Orgão da Fundação Educativa e Cultural Manoel Joaquim dos Santos(FUNDEC), Fundada em 22 de Dezembro de 2014,tem como objetivo principal informar e propiciar ao ouvinte a melhor informação junto a uma educação de qualidade.

Postar um comentário:

0 comentários: